Início CARNAVAL 2024 Léo Santana comanda trio sem cordas e incendeia o Campo Grande neste...

Léo Santana comanda trio sem cordas e incendeia o Campo Grande neste domingo (11)

Fotos: Alfredo Filho/ Secom PMS

O domingo (11) de Carnaval no Campo Grande ferveu. Nem a chuva foi capaz de esfriar o clima no circuito Osmar, depois que o cantor Léo Santana iniciou os trabalhos desfilando sem cordas e levando o folião à loucura com seus incontáveis sucessos.  

Destaque da música baiana, o “GG”, como é carinhosamente apelidado pelos fãs, animou soteropolitanos e turistas com hits como “Posturado e Calmo”, “Marrento, Cheiroso”, e a música que promete entrar forte na disputa pelo título de música da festa, intitulada como “Perna Bamba”, gravada em parceria com o Parangolé, sua ex-banda.

E foi ao som de “Toma Que Toma” que o artista subiu ao palco inflamando o povo presente. “Salvador! Minha Bahia! Hoje o Campo Grande vai ferver com a melhor pipoca do mundo!”, disse. Na sequência, Léo tocou outro grande sucesso: “Crush Blogueirinha” e “Madeira de Lei”.

O desfile do artista contou com o apoio da Prefeitura de Salvador, que em 2024 voltou a investir no movimento Cole no Centro, levando diversas atrações pipoca para o Campo Grande, como Saulo, Ivete Sangalo, Psirico, Xanddy Harmonia, Parangolé, Timbalada, La Fúria, O Kannalha, entre outros.

Vindo de Natal, capital do Rio Grande do Norte, o empresário Paulo Ricardo Cavalcanti, de 35 anos, parabenizou a Prefeitura de Salvador pela iniciativa de trazer seu artista preferido para a rua, em um trio sem cordas. “Vim por conta de Léo Santana. Em todos os lugares que ele está, praticamente, eu vou. Acompanhei ele no Carnatal, Fortal, no pré-Caju, e esse é o primeiro ano que eu estou aqui no Carnaval de Salvador. Vim pra cá justamente por conta dele”, revelou.

“É muito bacana essa iniciativa de investir no desfile de grandes artistas em trios sem cordas, para a famosa pipoca. Aquelas pessoas que, de certa forma, não têm condições para ir em um camarote ou comprar um abadá pode vir e curtir um grande evento como esse do Léo Santana”, acrescentou Paulo.

A itabunense Amanda Campos, 34 anos, chegou no sábado (10) em Salvador e aproveitou o primeiro dia de curtição para acompanhar o Gigante. “Hoje é o primeiro dia que saio e vim só para assistir Léo Santana e Tony Salles. É maravilhoso poder curtir artistas tão renomados de maneira gratuita. Eu sou pipoqueira raiz e só tenho a parabenizar pela iniciativa de sempre apoiar os trios sem cordas”, disse a baiana.

Na terça-feira de Carnaval (13), Léo Santana também terá o apoio da Prefeitura para desfilar no circuito Dodô (Barra-Ondina). Vale lembrar que no quarto dia de pré-folia, no último dia 6, o cantor também comandou um trio sem cordas no Pipoco, festa que já virou tradição por levar, desde 2017, de graça, o artista para o circuito Orlando Tapajós, do Clube Espanhol até o Farol da Barra.

Compartilhe agora: