Início CARNAVAL 2024 Homem suspeito de estuprar turista no carnaval de Salvador é preso

Homem suspeito de estuprar turista no carnaval de Salvador é preso

Foto: Ascom/PC

Um suspeito foi preso na quarta-feira (28), suspeito de estuprar uma turista de Brasília durante o carnaval de Salvador . Segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu na noite do dia 13 de fevereiro, último dia de festas, e foi o terceiro do tipo a ser denunciado durante a folia deste ano.

Em comunicado, a corporação afirmou que o homem atuou como mototaxista no entorno do circuito Dodô (Barra-Ondina). Ele foi responsável por conduzir a mulher até um motel fora do circuito, no bairro de Pernambués, onde a violentou, como mostraram as investigações.

Responsável pelo cumprimento da prisão no bairro de Sussuarana, também em Salvador, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) informa que iniciou as diligências para apurar o caso assim que tomou conhecimento do ocorrido. Imagens das câmeras de segurança do motel também estão sendo usadas na investigações.

Homem atuava como mototaxista no principal circuito do evento e levou vítima para motel onde cometeu a violência, apontam investigações da Polícia Civil.

A Deam afirma ainda que ofereceu o serviço de acolhimento da rede de apoio interdisciplinar à vítima. Durante os primeiros procedimentos e exames médicos, a equipe acompanhou a mulher pessoalmente.

Quanto ao suspeito, o homem foi ouvido pela delegada à frente do caso na Casa da Mulher Brasileira, unidade policial situada na Avenida Tancredo Neves. Como de praxe, ele passará por exames de lesões corporais e seguirá à disposição do Poder Judiciário.

Outras denúncias
A investigação avançada pela Polícia Civil se refere ao terceiro caso de estupro denunciado durante o carnaval da capital baiana.

O primeiro foi um estupro coletivo, ocorrido na madrugada do dia 9 de fevereiro.

Informações iniciais indicam que a violência teria acontecido após quatro homens cercarem a vítima no momento em que ela foi urinar próximo ao antigo Salvador Praia Hotel, em Ondina, ao final do circuito Dodô.

Já o segundo caso foi denunciado no dia 11, domingo de carnaval. O crime ocorreu na Rua Baependi, também no bairro de Ondina.

Em ambos os casos, ainda não há detalhes sobre suspeitos e ninguém foi preso.

Compartilhe agora: