Início Animais Guarda Civil resgata aranha-caranguejeira no Centro Histórico de Salvador

Guarda Civil resgata aranha-caranguejeira no Centro Histórico de Salvador

Aranha-caranguejeira é resgatada pela Guarda Civil em pleno Centro Histórico — Foto: Divulgação/Guarda Municipal

Na manhã desta quinta-feira (29), uma cena inusitada chamou a atenção no coração do Centro Histórico de Salvador. Uma equipe do Grupo de Apoio Turista (GAT) foi acionada para lidar com um caso peculiar: um homem passeando pelas ruas da região com uma aranha-caranguejeira.

Ao ser abordado pela equipe, o homem em questão optou por fugir do local, deixando para trás o aracnídeo desamparado. Diante da situação, agentes do Grupo Especial de Proteção Ambiental (GEPA) foram prontamente acionados para resgatar o animal.

Segundo o Coordenador do GEPA, Robson Pires, a aranha-caranguejeira é uma espécie notável, conhecida por suas cerca de 900 variedades e pelo tamanho imponente, além de seu corpo coberto por cerdas sensoriais. Embora seu veneno não represente um grande risco para humanos, as cerdas podem desencadear irritações e alergias, podendo ser fatal para pessoas sensíveis.

“Precisamos conscientizar a população sobre a importância de protegermos nossa fauna silvestre, respeitando seu habitat natural e evitando situações como essa”, enfatizou Pires.

É importante ressaltar que a posse de animais silvestres é ilegal e pode resultar em penalidades severas, incluindo multas e até mesmo penas de reclusão, conforme estabelecido pela legislação vigente. Diante de avistamentos de animais silvestres em áreas urbanas, a orientação é entrar em contato imediatamente com a Guarda Municipal através do telefone: 71 3202-5304.

Compartilhe agora: