Início Bahia Bahia mantém liderança como estado com maior proporção de pessoas pretas no...

Bahia mantém liderança como estado com maior proporção de pessoas pretas no Brasil, revela censo de 2022

Blocos afro são outra marca da resistência negra em Salvador — Foto: Divulgação/Salvador Capital Afro

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (22), os resultados do Censo de 2022, confirmando que a Bahia permanece como o estado brasileiro com a maior proporção de pessoas pretas. Esta marca já havia sido estabelecida no último levantamento, realizado em 2010.

Ao longo dos últimos 12 anos, a autodeclaração de pessoas pretas na Bahia registrou um significativo aumento, passando de 17,1% para 22,4%. Esse incremento representa o segundo maior em números absolutos no país, ficando atrás apenas de São Paulo.

Com esse crescimento, a Bahia agora figura em nove das 10 primeiras posições no ranking de municípios brasileiros onde as pessoas pretas são majoritárias. É importante destacar que a capital, Salvador, não integra essa lista devido à sua população ser predominantemente negra.

No cenário nacional, o estado baiano cedeu a liderança apenas para Serrano do Maranhão, onde expressivos 58,8% da população se autodeclara negra. Esses dados evidenciam a complexidade demográfica do Brasil e a relevância de compreender a diversidade racial em diferentes regiões do país.

Confira o ranking nacional:

  •  1º lugar: Serrano do Maranhão (MA) – 58,8%
  • 2º lugar: Antônio Cardoso (BA) – 55,1%
  • 3º lugar: Ouriçangas (BA) – 52,8%
  •  4º lugar: Cachoeira – 51,8%
  • 5º lugar: Santo Amaro – 50,9%
  • 6º lugar: Conceição de Feira – 50,3%
  • 7º lugar: São Francisco do Conde – 49,9%
  •  8º lugar: Pedrão – 49,7%
  • 9º lugar: Salinas da Margarida – 47,1%
  • 10º lugar: São Gonçalo dos Campos – 47%

A composição do ranking foi uma grande transformação, já que em 2010 apenas Antônio Cardoso integrava a lista, com 50,7% da população preta.

A maior parte da população baiana, mais precisamente 57,3%, se autodeclarou parda em 2022. Isso significa que 6 a cada 10 habitantes do estado se consideram pardos. Dos 417 municípios baianos, 407 tem predominância parda.

Os maiores índices foram registrados em:

  • Pedro Alexandre (87,3%)
  • Mansidão (83,1%)
  • Ibiquera (77,2%)

Apesar do índice alto, a predominância da população parda diminuiu na Bahia: em 2010, eram 411 dos 417 municípios.

Apenas dois municípios baianos têm predominância branca. Confira:

  • Dom Basílio (50,9%), no sudoeste da Bahia.
  • Ipupira (49,2%), no oeste da Bahia.
Compartilhe agora: