Início Bahia Ponte Salvador-Itaparica começa trabalho de sondagem

Ponte Salvador-Itaparica começa trabalho de sondagem

Concessionária inicia sondagem da Ponte Salvador-Itaparica — Foto: Divulgação

Foi iniciada nesta quarta-feira (31), no município de Vera Cruz, os trabalhos de sondagem da Ponte Salvador-Itaparica. Nessa fase, uma máquina perfuratriz é utilizada para coletar amostras do terreno no local exato onde estarão cada um dos pilares da estrutura.

Em nota, a assessoria do empreendimento explicou que os trabalhos de sondagem são cruciais para compreender as características do solo e definir a fundação da ponte. Em seguida, amostras são enviadas para laboratório onde são feitas as análises detalhadas do material coletado.

São previstas sondagens em terra em duas perfurações: uma em Vera Cruz, outra em Salvador.

O cronograma de trabalho prevê que, após a finalização dessa etapa em terra, começa a sondagem no mar. A previsão é de que essa etapa seja iniciada em março com a utilização de plataformas na Baía de Todos-os-Santos, mais precisamente em águas rasas com até 10 metros de profundidade.

Na sequência, começa a sondagem em águas profundas, com mais de 10 metros de lâmina d’água, e uso de navios de grande porte que estarão acoplados com perfuratrizes para fazer a coleta de amostras do solo marinho.

A finalização do processo de sondagem está prevista para dezembro de 2024. Já os canteiros de obras começarão a ser mobilizados no início de 2025.

Em nota, o presidente da concessionária, Cláudio Villas Boas, classifica o trabalho de sondagem como um “grande e importante passo rumo à concretização” da ponte Salvador-Itaparica.

“Com o apoio e o trabalho fundamental do Governo do Estado, estamos avançando nesse projeto que vai dinamizar a economia e será símbolo do avanço nas relações diplomáticas da Bahia e do Brasil com a China”, comentou.

Sete mil empregos gerados

É prevista a geração de sete mil empregos na construção do Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica. É previsto que 10 milhões de baianos em cerca de 250 municípios seja beneficiados pela estrutura.

O investimento vai fomentar o desenvolvimento econômico a partir da atração de novos empreendimentos em áreas como logística, indústria, comércio, serviços e mercado imobiliário. Irá também impulsionar de maneira sustentável o turismo na Bahia, já que a distância entre Salvador e importantes zonas turísticas do estado, como o Sul e Baixo Sul, será reduzida em mais de 100 km.

  • A Ponte Salvador-Itaparica terá 12.4 km sobre o mar e será a maior da América Latina.
  • Serão construídos novos acessos viários em Salvador e Vera Cruz.
  • Em Salvador, serão 4 km de uma nova estrutura entre a região da Calçada e Água de Meninos composta por um conjunto de viadutos e dois novos túneis que ficarão paralelos aos da Via Expressa.
  • Em Vera Cruz, o fluxo de veículos oriundos da ponte será direcionado para uma nova via expressa com 22 km que será construída na região de Mar Grande e segue até as proximidades de Cacha Pregos.
  • Será duplicado um trecho de 8 km da BA-001 desde Cacha Pregos até o início da Ponte do Funil, onde finaliza a área de atuação da Concessionária.

O investimento é de aproximadamente R$ 9 bilhões por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre o Governo da Bahia e um consórcio chinês formado dois grandes grupos que estão entre os maiores do mundo no segmento de construção e infraestrutura. São eles: China Railway 20th Bureau Group Corporation (CR20) e China Communications Construction Company (CCCC).

O contrato assinado em novembro de 2020 estabelece uma concessão de 35 anos para construção, operação e manutenção do equipamento.

Compartilhe agora: