Início Denúncia Operação Carbono desativa laboratório de adulteração de combustível em Feira de Santana

Operação Carbono desativa laboratório de adulteração de combustível em Feira de Santana

Depósito que estaria sendo usado para adulteração é localizado por policiais militares em Feira de Santnaa — Foto: Ascom/PC-BA

Policiais militares desativaram na quinta-feira (25), um depósito suspeito de servir como laboratório para a adulteração de combustível em Feira de Santana, a aproximadamente 100 km de Salvador. O local, vazio no momento da ação, revelou 18 caminhões bitrem e lacres rompidos de uma empresa já autuada por infrações ambientais e tributárias.

A ação, parte da Operação Carbono, envolveu agentes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com colaboração da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) e da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

A organização sob suspeita é acusada de comercializar combustível sem nota fiscal, mantendo o depósito de maneira clandestina para adulteração e armazenamento ilegal do produto. As multas pelos atos infracionais podem ultrapassar R$ 1 milhão.

A delegada Márcia Pereira, diretora do Draco, informou que o combustível chegava ao laboratório e possivelmente era adulterado para aumentar a quantidade de litros, sendo posteriormente distribuído a postos por meio de caminhões menores.

Uma segunda empresa, responsável pelo transporte dos combustíveis, foi notificada devido a irregularidades. O combustível apreendido pela Sefaz será submetido a testes no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e da ANP.

Compartilhe agora: