Início CARNAVAL 2024 Margareth Menezes exalta democracia e cultura no Largo do Pelourinho

Margareth Menezes exalta democracia e cultura no Largo do Pelourinho

Foto: Divulgação

A cantora e atual ministra da Cultura, Margareth Menezes, presenteou os foliões do circuito Batatinha na segunda-feira (12), com uma performance impecável, repleta de sucessos que ecoaram sua carreira, como “Faraó”, “Dandalunda” e “Elegibo”, além de outras canções icônicas de seu repertório e de outros artistas.

Luciana Mendez, economista de 42 anos, vinda de São Paulo e apaixonada por Margareth e pelo Carnaval da Bahia, comemorou o resgate do Ministério da Cultura pelo Brasil, agora com uma artista à frente. “O Brasil é um celeiro das artes, de todas as formas de arte, e precisa, por essa razão, de um órgão que cuide e defenda esse setor vital para o nosso país”, afirmou.

Jorge Dias Silva, locutor de 35 anos, vindo de Camaçari, revelou ser sua primeira vez no Carnaval do Pelourinho e expressou sua satisfação. “Uma experiência que certamente repetirei, pois além de segura, é extremamente diversificada e politizada”, explicou.

Para Margareth, cantar neste Carnaval é um presente, considerando que não participava da festa desde antes da pandemia. “É um privilégio estar aqui neste Carnaval, especialmente no Pelourinho, onde tantas histórias foram escritas em cada pedaço desse chão”, refletiu.

Além da apresentação marcante no circuito Batatinha, a artista também fez participações especiais nas performances da banda Mel e do grupo Baiana System pelo circuito Osmar nesta mesma segunda-feira, ressaltando a importância de celebrar a cultura. “Vamos celebrar, sobretudo, nossa arte viva, nossa cultura, e honrar os 50 anos dos blocos afro do Brasil, que são nossa influência central”, festejou.

Com o tema “50 Anos de Blocos Afro: Nossa Energia é Ancestral”, o Carnaval 2024, promovido pelo Governo do Estado, destaca um dos principais pilares do Carnaval da Bahia: a herança africana e a expressão afro-brasileira.

Compartilhe agora: