Início Ação Alerta do CRF-BA expõe à escassez de medicamentos e carência de profissionais

Alerta do CRF-BA expõe à escassez de medicamentos e carência de profissionais

Mário Martinell, Presidente do Conselho Regional de Farmácia - Foto: Reprodução

A denúncia recente apresentada pelo Conselho Regional de Farmácia da Bahia (CRF-BA) lança uma luz crítica sobre a situação precária da Assistência Farmacêutica em Salvador, ressaltando a urgência de abordar esse problema crescente.

A Rede Municipal de Saúde, composta por 220 farmácias, visa facilitar o acesso da população a medicamentos, no entanto, desde 2018, a falta de contratação de farmacêuticos resultou em um déficit alarmante de 104 profissionais.

A contratação de assistentes administrativos para tarefas específicas relacionadas à farmácia levanta questionamentos sobre a conformidade com as normas estabelecidas pela ANVISA, conforme a RDC nº 471 de fevereiro de 2021.

O presidente do CRF-BA, Mário Martinelli, destaca em sua análise as condições de trabalho precárias, a falta de profissionais farmacêuticos nas farmácias e a carga excessiva imposta aos assistentes administrativos.

Uma inspeção minuciosa em maio de 2023 revelou uma presença alarmante de farmacêuticos em apenas 26% das 132 farmácias fiscalizadas em Salvador, Lauro de Freitas, Barreiras e Simões Filho, como indicado pelo presidente.

Segundo detalhes, os dados revelam uma disparidade preocupante na presença de farmacêuticos na região metropolitana, onde na capital baiana apresenta apenas 17%, enquanto Barreiras, no Extremo Oeste, destaca-se com 90%.

Além disso, 89% das farmácias dispensavam antibióticos, mas apenas 20% possuíam farmacêuticos, violando normas. A falta de farmacêuticos compromete a orientação adequada, a avaliação de prescrições e o controle da resistência antimicrobiana.

O presidente Martinelli destaca a extrema importância de a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) adotar medidas adequadas para corrigir essa situação, assegurando uma assistência farmacêutica digna à população de Salvador.

Desafios na Assistência Farmacêutica em Salvador: Escassez de Medicamentos e Carência de Profissionais Comprometem a Saúde da População

Compartilhe agora: