Início AUXÍLIO EMERGENCIAL

Talvez você tenha que devolver o Auxílio Emergencial de R$ 600 em 2021

Imagem reprodução

Os beneficiários que receberem o auxílio emergencial de R$ 600 este ano poderão ter que devolver o dinheiro em 2021. Isso vale para as pessoas que tiverem renda tributável acima de R$ 28.559,70 até o fim do ano.

A forma como o reembolso será realizado ainda está sendo analisada pela Receita Federal. “O assunto será objeto de normatização pela Receita e, assim que publicado, será comentado”, informou a RF.

Contudo, de acordo com o projeto de lei aprovado no Senado em 22 de abril, o cidadão que recebeu auxílio emergencial e no ano de 2020 receber rendimentos tributáveis em valor superior à primeira faixa da tabela progressiva anual de Imposto de Renda Pessoa Física (R$ 28.559,70) está obrigado a apresentar a declaração anual em 2021 e deverá acrescentar ao imposto devido o valor do auxílio emergencial.

O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 15 de maio.

Ferramenta permite consultar o motivo da exclusão

Além disso, todos os cidadãos que solicitaram o auxílio emergencial de R$ 600 terão acesso a uma nova ferramenta disponibilizada pelo governo para consultar a situação da sua solicitação.

Além do portal e do aplicativo da Caixa, os solicitantes poderão acompanhar, a partir de hoje, 5 de maio, o detalhamento dos seus pedidos por meio dos seguintes endereços: 

www.cidadania.gov.br/consultaauxilio e https://consultaauxilio.dataprev.gov.br .

Os brasileiros poderão acompanhar todos os detalhes da sua solicitação, como:

  • Resultados;
  • Datas de recebimento e envio dos dados pela Caixa à Dataprev e vice-versa;
  • Motivação da negativa do benefício;
  • Análise da segunda solicitação.

portal já está disponível para pesquisas do CPFs dos solicitantes. Segundo o governo, esse portal tem o objetivo de dar transparência ao processo de análise, processamento, homologação e pagamento do benefício.

Compartilhe agora: