Início Polêmica

Bolsonaro recua e revoga nomeação de Ramagem para direção geral da PF

A posse dele, juntamente com o novo ministro da Justiça, André Mendonça e do novo advogado-geral da Advocacia Geral da União, José Levi Mello do Amaral Júnior, estava prevista para às 15h.

Ministro do STF suspende nomeação de Alexandre Ramagem para PF

Bolsonaro foi acusado de interferir na corporação e trocar o diretor para defender aliados e os filhos em investigação. Essa suposta ação foi revelada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que pediu demissão por causa disso.

FOTO: SALVADOR NOTÍCIA

O DOU desfez ainda a exoneração de Ramagem do cargo de Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).
Veja um trecho do documento:
“O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,caput, inciso XXV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 2º-C da Lei nº 9.266, de 15 de março de 1996, resolve: TORNAR SEM EFEITO o Decreto de 27 de abril de 2020, publicado no Diário Oficial da União do dia 28 de abril de 2020, Seção 2, página 1, referente à nomeação de ALEXANDRE RAMAGEM RODRIGUES, para exercer o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal do Ministério da Justiça e Segurança Pública e à exoneração do cargo de Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência”.

Compartilhe agora: