Início Polícia Policiais militares são acusados de matar idoso na porta de casa em...

Policiais militares são acusados de matar idoso na porta de casa em Salvador

Salvador Notícia: Foto/Reprodução

Um homem foi morto depois de ser baleado na porta de casa no bairro de Sussuarana, em Salvador. Reginaldo Cerqueira, de 55 anos, havia acabado de sair do imóvel para entrar na residência da filha, que fica em frente, quando foi atingido. A família de Reginaldo diz que os disparos foram feitos pela Polícia Militar.

A filha do idoso, Regina Gomes, presenciou toda a ação, que ocorreu na segunda-feira (1º). Ela disse que preparava o jantar e chamou o pai para que ele fosse fazer a refeição. No trajeto de poucos metros entre as duas casas, o idoso foi baleado. A mulher afirma que os policiais que atiraram estariam escondidos na rua.

LEIA TAMBÉM

“Eu estava dentro de casa cozinhando o nosso jantar. Chamei ele para comer com a gente e quando falei, ele saiu na porta de casa para vir à minha. Acho que os policiais estavam escondidos. Quando painho passou, foi atingido com um tiro e caiu na minha porta”, disse a mulher.

A Polícia Militar afirma que houve troca de tiros com suspeitos. De acordo com a PM, agentes da 48ª Companhia Independente, responsável pelo policiamento no bairro, receberam informações que homens armados estariam na localidade, na noite de segunda-feira (1º). Ao chegarem, um grupo de pessoas armadas atirou contra as equipes, que teriam revidado.

A informação foi refutada pela família do homem e a filha da vítima acrescentou que não havia grande movimentação na rua, nem troca de tiros no momento em que o pai foi baleado. Ela ainda questiona o tratamento dado pelos militares a seu pai, após o idoso ter sido baleado.

“Eles [os policiais] viram painho no chão e passaram direto. Comecei a gritar para eles darem socorro e painho saiu daqui sem vida. Jogaram meu pai parecendo um lixo, parecendo um ladrão na mala do carro”, comentou.
Ainda segundo a polícia, depois que a troca de tiros foi encerrada, os militares foram informados que um indivíduo estava ferido a bala na Rua Botafogo. A polícia afirma que os agentes voltaram ao local, pegaram o homem e levaram ao Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Ao final da ocorrência, os policiais disseram que encontraram uma submetralhadora de calibre 9 milímetros. A corporação não divulgou a quem pertencia a arma apreendida.

Compartilhe agora:
Artigo anterior“Hora do Mamaço” conscientiza sobre a liberdade e a importância da amamentação
Próximo artigoAmbulância que transportava paciente e carro de passeio colidem em cruzamento de Feira de Santana