Início POLÍCIA Suspeito preso por matar idosa de 64 anos no bairro do Itaigara...

Suspeito preso por matar idosa de 64 anos no bairro do Itaigara trabalhou de marceneiro para vítima

Suspeito preso por matar idosa de 64 anos no bairro do Itaigara trabalhou de marceneiro para vítima - Foto: reprodução

O homem que matou a idosa Rita Maria Britto Fragoso e Silva, de 64 anos, foi preso nesta quinta-feira (19), no bairro do Arraial do Retiro. De acordo com Polícia Civil, ele é marceneiro e prestou serviço no apartamento da vítima meses atrás.

A polícia Civil não divulgou o nome do suspeito, por causa da Lei de Abuso de Autoridades, mas informou que ele confessou que matou a idosa e roubou alguns pertences dela, para vender. Um notebook foi recuperado com uma terceira pessoa, que havia comprado com o suspeito.

O investigado foi detido por mandado de prisão, mas a polícia não detalhou se esta prisão é temporária ou preventiva. Ele será encaminhado para o presídio.

O corpo da idosa foi encontrado na última segunda-feira (16), no apartamento dela que fica no bairro do Itaigara, área nobre de Salvador. O imóvel não tinha sinais de arrombamento, segundo familiares da vítima.

Rita Maria foi encontrada ainda com a roupa do trabalho, dentro do quarto, com a porta trancada. A família dela não conseguia contato desde última quinta-feira (12). No sábado (14), um sobrinho foi até o apartamento dela com a chave e a encontrou morta.

Inicialmente, a família achou que a morte havia sido natural, porque a idosa foi encontrada deitada na cama, com um travesseiro no rosto. Uma sobrinha dela esteve na delegacia para registrar o caso e, quando a equipe do Instituto Médico Legal (IML) chegou ao apartamento, encontrou a idosa com marcas de estrangulamento.

A bolsa da idosa foi revirada e todos os cartões foram levados. Um notebook, o celular e a chave do apartamento também foram levados.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorTreinador de futebol é preso acusado de abusar sexualmente de alunos no bairro de Cajazeiras, em Salvador
Próximo artigoInscritos no Programa Universidade para Todos têm até sexta-feira (20) para efetuarem matrícula