Início Polícia Esposa suspeita de matar engenheiro do Inema a facadas é presa

Esposa suspeita de matar engenheiro do Inema a facadas é presa

Homem é achado morto em apartamento era engenheiro do Instituto do Meio Ambiente — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foi presa nesta quinta-feira (12), a esposa do engenheiro civil do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Marcello Marcos Gomes da Silva, encontrado morto dentro de um apartamento em Salvador. Ela é suspeita de cometer o crime.

Encontrado pela mãe em apartamento: o que se sabe sobre morte de engenheiro do Instituto do Meio Ambiente
O engenheiro foi morto no imóvel que fica no Parque Júlio César, no bairro da Pituba, em Salvador, no dia 27 de abril. A suspeita, que não teve a identidade revelada, foi encontrada no bairro da Ondina, onde estava escondida.

Marcello Marcos Gomes da Silva foi esfaqueado. O corpo da vítima foi achado pela mãe, após ela estranhar a falta de notícias do filho depois de tentar marcar um almoço.

Segundo a coordenadora da Delegacia de Homicídios/Atlântico, delegada Pilly Dantas, equipes da DH, do Departamento de Homícidios e Proteção à Pessoa (DHPP), descobriram o esconderijo da suspeita e fizeram campanas no local.

A Polícia Civil informou que as campanas foram fundamentais, porque possibilitaram que os investigadores pudessem decidir o melhor momento para fazer uma prisão segura e sem fugas.

A mulher foi levada à sede do DHPP, no bairro da Pituba, onde será ouvida. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Marcello morava no local há um ano, com a esposa e um filho de 7 anos de idade. A vítima foi encontrada sozinha no apartamento, depois que a mulher saiu com a criança, pela manhã. A mãe dele encontrou o corpo caído no chão e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que atestou o óbito.

Equipes da 16ª Delegacia Territorial foram acionadas e o Serviço de Investigação de Local de Crime (Silc) também foi ao local, para procedimentos de perícia e remoção do cadáver.

Conforme moradores, que preferiram não se identificar, Marcelo era uma pessoa tranquila. O Inema lamentou a morte do servidor, que trabalhava no órgão há mais de 21 anos.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorApesar da derrota e eliminação na Copa do Brasil, torcida aplaude time rubro-negro (Vídeo)
Próximo artigoTripulação é assaltada em saída de hotel em Salvador e voo foi cancelado