Início coronavírus Após surto de Covid-19, Prefeitura de Barra do Rocha retoma toque de...

Após surto de Covid-19, Prefeitura de Barra do Rocha retoma toque de recolher entre 22h e 5h

Foto: reprodução

A Prefeitura da cidade de Barra do Rocha, no sul da Bahia, determinou a volta do toque de recolher no município, entre 22h e 5h, até 31 de janeiro. A medida foi tomada após o órgão contabilizar nas últimas 24 horas cerca de 58 casos da Covid-19.

O decreto foi publicado na manhã desta sexta-feira (21) por determinação do Prefeito José Luiz (PDT), que além do toque de recolher, determina restrições nos horários de funcionamento dos estabelecimentos.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as atividades com até 30 minutos de antecedência do período estipulado neste decreto, para garantir o deslocamento dos funcionários e colaboradores às residências.

Restaurantes, bares e congêneres, não funcionarão nos finais de semana. Fica autorizado, em horário comercial diurno, a circulação de ambulantes, para comercialização de produtos e mercadorias.

Ficam suspensos, os eventos e atividades com a presença de público superior a 50 pessoas, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como:

  • Cerimônias de casamento;
  • Eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados;
  • Circos;
  • Parques de exposições;
  • Solenidades de formatura;
  • Passeatas.

Neste período não será permitida a realização de qualquer evento esportivo, independentemente do número de participantes ou espectadores. Os espaços culturais, também, não funcionarão.

Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer, desde que, sejam atendidos os protocolos de saúde e a limitação de 50% da capacidade do local.

Fica suspensa a realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes.

O funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, estão autorizados, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorJustiça da Bahia nega pedido de suspensão do edital da licitação do Palácio Rio Branco, afirma MP
Próximo artigoSalvador vacina adolescentes e crianças com CoronaVac neste sábado; governo da Bahia também fará uso do imunizante