Início Bahia Chuva forte causa estragos e deixa sem energia os moradores de Eunápolis...

Chuva forte causa estragos e deixa sem energia os moradores de Eunápolis na Bahia

Foto: reprodução redes sociais

A forte chuva que caiu no fim da tarde de sábado (27) em Eunápolis, no extremo sul da Bahia, causou sérios prejuízos. Outras cidades da região também registraram alagamentos, radio e trovoadas.

Eunápolis ficou sem energia elétrica e árvores caíram em várias ruas, que também tiveram alagamentos. O teto de um supermercado chegou a desabar. Não há informações sobre feridos.

De acordo com um morador do município, o temporal começou de forma repentina, pouco antes das 18h. “Muitas pessoas estavam na rua, nos bares, assistindo ao jogo da Libertadores e foram surpreendidas com a chuva. Logo em seguida a energia acabou e aí começou esse clima de caos, de fios pelas ruas, árvores caindo, toda essa situação”, contou Matheus Brandão.

Em um vídeo gravado por outro morador, é possível quer que mesas e cadeiras plásticas de um bar foram arrastadas pela força da água, que chegaram a formar uma correnteza.

Parte teto do supermercado Mineirão Atacarejo, inaugurado há menos de dois meses no bairro do Pequi, foi ao chão. Não há detalhes se alguém foi atingido, nem sobre prejuízos ocasionados pelo desabamento.

Até as 21h, a energia ainda não tinha sido restabelecida em parte do município. “Por onde a gente passou, viu alguns fios caídos, pegando fogo na rua mesmo, maior susto”, disse Matheus, destacando que notou equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil nas ruas, tentando amenizar os estragos.

Ele, inclusive, teve dificuldade de chegar em casa, pois a rua onde ele mora ficou fechada após uma árvore cair. O mesmo aconteceu na rua Santa Lúcia, perto do Detran local. Muitas vias também ficaram alagadas, praticamente intransitáveis.

A chuva também caiu com intensidade em Itabela, no extremo sul [vídeo acima], e em Itabuna, no sul da Bahia [vídeo abaixo]. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu aviso para os municípios da região, que podem ter entre 50 e 100 milímetros de chuva por dia (a partir de 30 já é considerado chuva forte), com ventos intensos que podem chegar aos 60 km/h.

O instituto alerta que existem riscos diversos no período chuvoso, como queda de queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorCovid-19: Bahia tem segundo dia consecutivo com mais de 3 mil casos ativos após 3 meses
Próximo artigoIrmão de Rodrigo Faro sofre acidente de carro