Início Carnaval 2022 Comissão da Câmara de Salvador fará nova audiência pública para debater Carnaval...

Comissão da Câmara de Salvador fará nova audiência pública para debater Carnaval nesta terça (23)

Comissão da Câmara de Salvador fará nova audiência pública para debater Carnaval na terça (23) - Foto: Reginaldo Ipê

A Comissão Especial de Acompanhamento da Retomada dos Eventos de Salvador vai realizar uma nova audiência pública para debater a realização do Carnaval nesta terça-feira (23). Desta vez, o enfoque será na saúde, com convidados das secretarias de Saúde e especialistas que abordem a condição sanitária da cidade de Salvador e a realização da festa em 2022.

A audiência foi definida durante reunião realizada nesta quarta-feira (17) no âmbito do colegiado, presidido pelo vereador Claudio Tinoco (Democratas), e será realizada às 9h no Centro de Cultura da Câmara e transmitida ao vivo através da TV Câmara.

Serão convidados a secretária estadual de Saúde, Tereza Paim; o secretário municipal de Saúde, Léo Prates; o presidente do Conselho Estadual de Saúde, Marcos Sampaio; o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Everaldo Braga; um representante da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e especialistas de saúde que possam contribuir com o debate acerca da pandemia da COVID-19.

Além da audiência, a Comissão também enviará ofícios aos secretários de Saúde municipal e estadual solicitando o histórico de indicadores recomendados pelo Conselho Estadual de Saúde no último dia 12 de novembro.

“Pedimos acesso a indicadores como percentual de testes positivos RT-PCR, números proporcionais de novos casos de Covid19, dentre outros que foram recomendados pelo Conselho Estadual de Saúde para serem monitorados na definição da realização do Carnaval em 2022. Poderemos, assim, acompanhar os indicadores e até mesmo divulgá-los para a sociedade”, explicou o vereador Claudio Tinoco.

O vereador afirmou que irá cobrar dos órgãos públicos a definição de um protocolo e parâmetros para a realização de eventos fechados, não só no período do Verão, como também no próprio Carnaval, se a decisão do governo e da Prefeitura seja no sentido da não realização do Carnaval de rua em 2022. “Deve haver, independente da decisão, a discussão de um possível protocolo nesse sentido”, defendeu Tinoco.

A Comissão Especial para discutir e deliberar acerca da retomada dos eventos na cidade do Salvador da Câmara é composta pelos seguintes vereadores: Claudio Tinoco (presidente), Anderson Ninho (vice-presidente), André Fraga, Cris Correia, Daniel Alves, Leandro Guerrilha, Marta Rodrigues, Ricardo Almeida e Sílvio Humberto.

Ao todo, duas outras audiências públicas foram realizadas pela Comissão para debater a retomada dos eventos em Salvador. Na última, realizada em outubro, foi definido o prazo de 15 de novembro como data-limite para anunciar a realização do Carnaval de Salvador com viabilidade mínima de execução, tanto pelos governos, como pelo grupo privado.

“A nova audiência terá tema voltado para as áreas da Saúde e os índices sanitários da COVID19, visando colher nas informações e impressões, tanto por parte dos órgãos oficiais, como especialistas e instituições, para acompanhar a viabilidade de realização do Carnaval. Resolvemos criar foco na análise dos índices sanitários já que o prazo que interpretamos como máximo, em conjunto com o trade do Carnaval durante as audiências públicas, não foi acatado pela Prefeitura de Salvador nem pelo Governo do Estado. Nós iremos continuar contribuindo para a discussão da viabilidade de realização da festa”, disse Tinoco.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorCarro de Roberto Carlos para no meio da rua do Rio por falta de gasolina (Vídeo)
Próximo artigoCCJ da ALBA APROVA PROJETO QUE ALTERA O EXERCÍCIO DA ATIVIDADE DO PERITO PAPILOSCOPISTA