Início Combustíveis Nova propaganda da Petrobras culpa governadores pelo preço alto da gasolina nas...

Nova propaganda da Petrobras culpa governadores pelo preço alto da gasolina nas bombas (vídeo)

Propaganda da Petrobras justifica preço cobrado nas refinarias e culpa governadores pelo alto valor da gasolina na bomba - Foto: reprodução

Uma nova propaganda divulgada pela Petrobras, veiculada em emissoras de TV, isenta a empresa pelo alto valor da gasolina nos postos de combustíveis.

Segundo a Petrobras, o valor que a empresa cobra pelo litro da gasolina é de R$ 2,33, mas lembra que faz investimento de bilhões de reais para conseguir o petróleo.

ICMS sobre combustíveis é congelado na Bahia por 90 dias; confira

“Para produzir gasolina de alta qualidade, investimos bilhões de reais na procura e produção de petróleo, a 300 Km da costa e mais de 7 mil metros de profundidade. E você sabe quanto a gente ganha hoje por litro vendido no posto? R$ 2,33”, destaca um trecho da propaganda.

Sobre o preço nos postos de combustíveis, a propaganda da Petrobras lembra que é dividido em cinco partes. Pelo desenho apresentado, o que mais encarece o produto é justamente o ICMS cobrado pelos governos estaduais.

A propaganda finaliza enfatizando o valor que a Petrobras cobra no litro da gasolina R$ 2,33 e que empresa defende a transparência.

“Para a Petrobras, transparência é fundamental”, diz o fim da propaganda.

Confira o vídeo na íntegra:

Leia também:

Caixa libera saque da última parcela do auxílio a nascidos no mês de abril

Ex-secretário Bruno Dauster fica em silêncio durante sessão da CPI dos respiradores no RN (vídeo)

Salvador aplica 1ª, 2ª e 3ª dose da vacina contra Covid-19 nesta sexta (5); confira locais

Criminoso invade condomínio de luxo no Rio Vermelho e assalta moradora

Tubarão aparece em praia da Bahia e homem tenta matá-lo com facão (VÍDEO)

Compartilhe agora:
Artigo anteriorEx-secretário Bruno Dauster fica em silêncio durante sessão da CPI dos respiradores no RN (vídeo)
Próximo artigoCaixa libera saque da última parcela do auxílio a nascidos no mês de abril