Início Destaques Mais de 260 mil soteropolitanos apresentam atraso no esquema de vacinação

Mais de 260 mil soteropolitanos apresentam atraso no esquema de vacinação

Foto: SMS/Reprodução

Mais de 260 mil pessoas em Salvador ainda não tomaram a primeira dose contra a Covid-19, ou estão com a segunda e terceira doses atrasadas. Desse total, 87 mil pessoas fazem parte do público-alvo da estratégia de vacinação contra a Covid-19 (a partir dos 12 anos), outras 150 mil estão com a segunda dose atrasada.

Esse dado tem preocupado as autoridades, visto que a pandemia ainda está em curso e que essas pessoas representam um risco de exposição para outras não imunizadas, a exemplo das crianças com idade abaixo de 12 anos.

“Se eu não me vacino e eu tenho crianças em casa ou tenho contato com pessoas que não puderam receber a vacina por algum motivo, eu estou sendo um vetor de transmissão. Não podemos baixar a guarda ainda, em um cenário com mais de 150 mil pessoas com a segunda dose atrasada”, afirma a coordenadora de imunização, Doiane Lemos.

A coordenadora acrescenta que é necessário que as pessoas se conscientizem e tenham esse cuidado consigo mesmas e com o coletivo. “Estamos vendo a redução do número de casos, de internações e de óbitos, reduções que estão sendo noticiadas diariamente. Esse resultado é uma consequência da vacinação, somada ao uso de máscara, ao ato de evitar as aglomerações”.

Até esta quarta-feira (13), 2,1 milhões de pessoas foram imunizadas com a primeira dose ou dose única da vacina contra a Covid-19; 1,3 milhão de cidadãos receberam a segunda dose e 105 mil receberam a dose de reforço na capital. Em relação à dose de reforço, o número de pessoas com atraso é de 28 mil.

Quem ainda estiver com alguma das doses da vacina faltando, deve consultar as redes sociais da Prefeitura ou o site Filômetro e se dirigir ao ponto de vacinação mais próximo, que esteja aplicando o imunizante, levando um documento de identificação com foto. 

Mais atenção, o soteropolitano quem vai tomar a segunda dose, é preciso levar também o cartão de vacina. Todos devem consultar se o nome está disponível no site da secretaria.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorReceita Federal realiza operação em lojas de eletrônicos no Centro de Salvador
Próximo artigoSetores de serviços e turismo voltam apresentar índices positivos no estado