Início Futebol Conselheiro fiscal do Vitória renuncia e presidente do colegiado é denunciado por...

Conselheiro fiscal do Vitória renuncia e presidente do colegiado é denunciado por falsidade ideológica

Estádio Manoel Barradas - Foto: reprodução

A partir desta quarta-feira (11) o Conselho Fiscal do Vitória está reduzido a uma pessoa. Pois hoje o conselheiro Paulo Roberto Costa Sá Barreto renunciou. Após três membros renunciarem aos seus cargos na semana passada, no último dia 09 o conselheiro Helenocrátes Marback de Oliveira Júnior apresentou a carta de renúncia.
 
Agora o Conselho Fiscal do Vitória só tem um integrante efetivo: o presidente Jailson Reis. Ocorre que o artigo 50 do Regimento Interno do Vitória estabelece que o Conselho Fiscal deve funcionar com, no mínimo, cinco conselheiros. 
 
Integrantes do clube afirmam que é necessário fazer uma nova eleição para o Conselho Fiscal.


Denuncia de falsidade ideológica

O presidente do Conselho Fiscal do Esporte Clube Vitória, Jailson Reis, 
foi denunciado ao Conselho Deliberativo do clube por falsidade ideológica. 
Segundo a denúncia, Jailson Reis não possui registro de Advogado na Ordem 
dos Advogados do Brasil (OAB). Esta condição diverge da identificação 
apresentada na ata de posse da sua eleição para o cargo. 
 
Jailson Reis tem 24 horas para comprovar a sua condição de advogado. 
Em caso de ausência de provas ou omissão, o Conselho Deliberativo 
encaminhará o pedido para Comissão de Ética do clube, que poderá destituir o 
presidente do Conselho Fiscal.
 
Em consulta realizada no Cadastro Nacional dos Advogados
(https://cna.oab.org.br/), é possível verificar que não há qualquer profissional 
registrado na seccional Bahia com o nome de Jailson Reis, nem mesmo 
estagiário. Somente existe um homônimo no Distrito Federal registrado como 
advogado.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorIntercambialidade de doses de vacina contra Covid-19 para gestantes é aprovada pela CIB
Próximo artigoApós derrota do voto impresso, Jair Bolsonaro volta a fazer críticas ao TSE