Início Destaques Quanto vale uma medalha de ouro, prata e bronze das olimpíadas de...

Quanto vale uma medalha de ouro, prata e bronze das olimpíadas de Tóquio? Valor foi superior a R$ 3 milhões; confira

As medalhas das Olimpíadas de Tóquio — Foto: Getty Images

Medalha no peito, dinheiro no bolso, mas quanto vale uma medalha por país? [veja lista com valores no final da matéria]

O Brasil está entre os países que pagam mais pelo pódio olímpico, dos valores em dinheiro de cada medalha de Tóquio 2020. Subir ao pódio olímpico significa não só entrar para a história, mas também receber uma recompensa financeira. Os valores vão de R$ 100 mil (individual) a R$ 750 mil (coletiva). Mas há nações em que os aletas ficam milionários em caso de conquista de ouro.

O levantamento é do site Money Under 30, especializado em finanças. De acordo com os números divulgados pelo portal, além dos valores oficiais anunciados em junho pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) -, o Brasil aparece em décimo na lista, à frente de países como os Estados Unidos e os donos da casa, Japão.

Premiações financeiras dos países por medalhas (valores em Real)

PaísOuroPrataBronze
Singapura3,86 milhões1,93 milhão1,48 milhão
Hong Kong3,34 milhões1, 67 milhão836,78
Cazaquistão1,29 milhão779 mil389 mil
Malásia1,25 milhão375 mil125 mil
Itália1,10 milhão551mil367 mil
Filipinas1,03 milhão99 mil40 mil
Hungria870 mil652 mil496 mil
França337 mil129 mil77 mil
Rússia317 mil197,5 mil135 mil
Brasil250 mil150 mil100 mil
Japão233 mil93 mil46 mil
Estados Unidos194 mil116 mil77 mil
África do Sul192 mil98 mil36 mil
Canadá83 mil62 mil41 mil
Austrália77 mil57 mil36 mil

Fonte: Site moneyunder30.com / Valores originalmente em dólares, convertidos na cotação do dia

Apesar dos altos valores pagos por Singapura, o país passou em branco, com zero medalhas conquistadas.

Já Hong Kong, apenas em 49º no quadro geral de medalhas, com um ouro, duas pratas e três bronzes, foi quem mais “enriqueceu” os seus atletas no Japão. Uma nadadora e um esgrimista embolsaram juntos R$ 6,68 milhões, mais do que qualquer outro competidor na atual edição dos jogos.

A ginasta brasileira Rebeca Andrade, por exemplo, encerrou seu ciclo na Olímpiada de Tóquio com R$ 400 mil no bolso por ter conquistado o ouro na prova de salto e a prata no individual geral da ginástica artística.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorAplicações das 1ª e 2ª doses da vacina em Salvador são suspensas neste domingo
Próximo artigoIdoso que recebeu nota de R$ 420 e ainda deu troco é ressarcido por loja (vídeo)