Início Bahia Em vídeo de despedida, ex-secretário de Saúde diz que ‘honrou missão’...

Em vídeo de despedida, ex-secretário de Saúde diz que ‘honrou missão’ do cargo

Foto: Rede social

O ex-secretário de Saúde da Bahia, exonerado após insultar a chef de cozinha Angeluci Figueiredo de ‘vagabunda’, gravou um vídeo de despedida nas suas redes sociais. Na publicação, ele diz que ‘honrou missão’ do cargo e que aprendeu muito com os servidores.

No vídeo, Fábio Vilas-Boas não voltou a comentar o episódio de agressão verbal. O ex-secretário aproveitou para falar sobre os investimentos na saúde pública e o legado que deixa para a próxima pessoa. Por enquanto, interinamente, o cargo é ocupado pela subsecretária Tereza Paim.

“Considero que chegamos aqui, nesses seis anos e meio de governo, tendo avançado bastante na construção do sistema público de Saúde. Não só na assistência básica, mas também na as assistência de media complexidade e na assistência hospitalar. Fizemos uma revolução, investimos bilhões de reais na construção de mais 20 policlínicas regionais de saúde, 10 hospitais e mais de 36 unidades sendo reformadas, ampliadas e modernizadas”, disse.

O ex-secretário aproveitou para agradecer ao governador Rui Costa pelo convite para assumir a pasta. Ele estava no cargo desde 1º de janeiro de 2015.

“Tenho a convicção de que ao longo dos próximos anos da minha vida nos encontraremos de novo em outras oportunidades. Eu tenho certeza de que soube honra a missa que me foi confiada, soube honrar o nome da minha família e aos meus amigos. Considero aqui a minha missão cumprida”, avaliou.

Exoneração

Fábio Vilas-Boas pediu a exoneração do cargo, na última terça-feira (3), dois dias após o episódio. O governo da Bahia informou que o substituto dele irá ser anunciado nos próximos dias.

Ainda na manhã de terça, o governo havia informado que não ia se manifestar sobre a situação. Porém, por volta do meio dia, a gestão voltou atrás e emitiu uma nota em que afirma lamentar o ocorrido.

“Por meio da Secretaria de Comunicação, o governo do estado afirma lamenta o episódio, considera inadmissível qualquer tipo de agressão e manifesta total solidariedade à empresária Angeluci Figueiredo e a todas as mulheres”, disse a nota.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorHomem utiliza retroescavadeira para se vacinar contra Covid-19
Próximo artigoCarro de luxo é apreendido em ação de combate ao comércio ilegal de peças na capital