Início OLIMPÍADA Isaquias Queiroz chora após ficar fora do pódio, relata vômito em treinos...

Isaquias Queiroz chora após ficar fora do pódio, relata vômito em treinos e foca em nova prova

Isaquias Queiroz e Jacky Godmann ficam em quarto na final do C2 1000m — Foto: Wander Roberto/COB

O quarto lugar na final do C2 1000m em Tóquio fez Isaquias Queiroz desabar no início da tarde japonesa nesta terça-feira. Ele tinha avisado que buscaria a medalha de ouro dessa vez, depois da prata na mesma prova nos Jogos do Rio-2016. A frustração ao ficar fora do pódio culminou no choro na entrevista ao lado do companheiro Jacky Godmann, logo depois de deixar o mar no Canal Sea Forest.

  • Pode parecer um discurso repetido de nós atletas, mas a gente sabe o quanto a gente treina (pausa e chora bastante). A gente treina muito cara, sofremos muito… Não adianta quem está em casa falar que foi porque o Jesus (Morlán, técnico espanhol falecido em 2018) não estava, porque o Lauro (de Souza, atual treinador e ex-auxiliar de Morlán) se matou de trabalhar. Treinamos todo dia, sofremos, foi duro!
  • A gente queria medalha, ninguém ia vir para cá, viajar não sei quantas horas de voo, com um sol quente desses para querer ficar em quarto. Enfrentar a quarentena toda e ficar no quarto. Queria a medalha porque foi um trabalho doído, sofrido, com dedicação máxima que a gente teve e o apoio dos nossos familiares, e sem dúvidas do Comitê Olímpico (do Brasil) – completou Isaquias.

A dupla brasileira completou a prova na canoa com o tempo de 3m27s603. A medalha de ouro ficou com a embarcação cubana, enquanto a prato foi da China e o bronze da Alemanha. Isaquias afirmou que chegou a vomitar em alguns treinos na preparação para as Olimpíadas, destacando o trabalho duro da dupla e da equipe.

  • Não estou dando desculpa nenhuma, mas, como o Lauro falou, a gente treinou, e se alguém vai ganhar da gente é porque treinou mais, mas a gente fez tudo certinho como tinha que fazer. Lógico, às vezes perdemos algum treinamento ou outro, mas fizemos o que o treinador pedia, e eu até chegava vomitando em alguns treinamentos, mas a gente fazia o treinamento bem completo.
  • Confira a agenda das Olimpíadas
  • Termômetro Olímpico: as maiores chances de medalhas do Brasil
  • Entenda os protocolos das Olimpíadas contra a Covid-19
  • Navegue pelo quadro de medalhas histórico dos Jogos
  • Jogue o card games das Olimpíadas

Enquanto Isaquias é dono de duas pratas e um bronze olímpicos, Jacky Godmann tem apenas 22 anos e foi chamado poucos meses antes dos Jogos para substituir Erlon de Souza, estreando no susto nas Olimpíadas. O companheiro de Isaquias no Rio teve uma lesão e ainda passará por cirurgia.

  • Foi bom. Estou muito feliz, de verdade, por estar representando o Brasil, minha equipe, o Lauro, o Isaquias. Estou muito feliz mesmo. Infelizmente, não veio a medalha que a gente queria (…). A gente estava bem, um pouco sem visão dos adversários, que estavam mais para o lado. Nós viemos bem, mas no finalzinho não conseguimos nos impor como queríamos. Infelizmente, não conseguimos. Fizemos o que o treinador mandou, demos nosso máximo. Mas, infelizmente, não deu – avaliou o jovem canoísta.

Mas os Jogos Olímpicos de Tóquio ainda não acabaram para Isaquias Queiroz. Ele vai competir no C1 1000m. Sozinho na água, ele disputa as eliminatórias na próxima quinta-feira, às 21h52 (de Brasília). São sete barcos na segunda bateria, onde o brasileiro compete, e os dois primeiros seguem direto às semifinais, e o restante ainda tenta uma vaga disputando as quartas no mesmo dia.

  • Agora é começar a rodar a chave que daqui a dois dias tem outra prova que a gente vai ter que trabalhar melhor para poder buscar um ouro. Não quero sair daqui sem meu ouro, sem o ouro do Lauro, que trabalhou muito para isso, e sem o ouro que o Jesus sonhava (…). E vamos continuar trabalho do C2 para Paris.

ISAQUIAS QUEIROZ

Compartilhe agora:
Artigo anteriorInscrições no Sisu começam nesta terça-feira (03)
Próximo artigoPrefeitura de Salvador e PLB fecham acordo para volta dos professores às escolas no dia 23