Início Destaques Vitória em noite desastrosa, toma 3 do CSA e Mazola é demitido...

Vitória em noite desastrosa, toma 3 do CSA e Mazola é demitido (Vídeo)

CSA 3 x 0 Vitória - Foto: reprodução

O último jogo do Rubro-Negro baiano em 2020 foi decepcionante. Com uma atuação desastrosa, o Leão acabou derrotado pelo CSA por 3×0, no estádio Rei Pelé, em Maceió, na noite desta terça-feira (22), pela 31ª rodada da Série B. Os gols do time da casa foram marcados por Rafael Bilu e Rodolfo Filemon, no primeiro tempo, e Nadson, na etapa final.

Com o resultado, o rubro-negro segue com 36 pontos e se mantém na 14ª colocação. Não corre risco de perder posição no complemento da rodada, já que o 16º, o Paraná, está a quatro pontos de distância. Mas pode ver a diferença para a zona de rebaixamento, que também é de quatro pontos, cair para apenas um.

A próxima partida do Vitória só acontecerá em 2021. No dia 3 de janeiro, às 18h15, o Leão receberá o Operário-PR no Barradão, pela 32ª rodada. Matheus Frizzo e Mateus Moraes, que cumpriram suspensão contra o CSA, estarão à disposição.

Mazola Júnior não é mais o técnico do Vitória. Ele foi demitido pelo clube na noite desta terça-feira (22), logo após a derrota por 3×0 para o CSA, no estádio Rei Pelé. Foi o terceiro revés em quatro jogos sob o comando do treinador. Rodrigo Chagas irá assumir a equipe até o fim da Série B, previsto para 30 de janeiro de 2021.

“O Esporte Clube Vitória comunica a decisão de efetivar Rodrigo Chagas como técnico do time e, consequentemente, o desligamento de Mazola Júnior. Os profissionais foram avisados após o jogo desta terça-feira (22) em Maceió. Rodrigo Chagas assume de forma definitiva o comando do time a partir de quinta-feira (24) para os jogos restantes do Campeonato Brasileiro. O ECV agradece ao técnico Mazola Júnior pelo profissionalismo e a dedicação no período que comandou o Rubro-Negro”, informou o Vitória, em nota.

Mazola foi contratado pelo clube no dia 7 de dezembro e tinha vínculo até o término da Série B. Em apenas 15 dias de trabalho, comandou o Leão em quatro partidas, com três derrotas (para Cruzeiro, Oeste e CSA) e um triunfo (sobre o Juventude). O aproveitamento foi de 25%.

No último jogo do treinador, o rubro-negro teve atuação apática e foi batido sem dificuldades pela equipe alagoana. Com o resultado, o Vitória pode terminar a rodada a apenas um ponto de distância do Z4.

TABELA

PosiçãoPTSJVEDGPGCSGCACV%RecentesPróx
  0 Chapecoense - SC Chapecoense – SC59301611334142085365V E EParaná - PR
  0 America - MG America – MG5730169534211352363V V ECrb - AL
  0 Cuiabá - MT Cuiabá – MT503114893731668553V V DCruzeiro - MG
  0 Juventude - RS Juventude – RS49311310843321182352D V DPonte Preta - SP
 +1 Csa - AL Csa – AL48311461142301280551E D VSampaio Correa - MA
 +3 Ponte Preta - SP Ponte Preta – SP4631137113840-263249D V VJuventude - RS
 -2 Sampaio Correa - MA Sampaio Correa – MA45301361141301155250E D DGuarani - SP
 -1 Avaí - SC Avaí – SC4430135123338-585148V V EFigueirense - SC
 -1 Guarani - SP Guarani – SP4430128103735282648D V ESampaio Correa - MA
10º +3 Operário - PR Operário – PR41311011102828080244V D VVitória - BA
11º -1 Cruzeiro - MG Cruzeiro – MG4031121093629777243E E DCuiabá - MT
12º -1 Brasil - RS Brasil – RS403091382726179244V E VConfiança - SE
13º -1 Confiança - SE Confiança – SE3930109113337-498643D D DBrasil - RS
14º  0 Crb - AL Crb – AL3730107133138-775541D D VAmerica - MG
15º  0 Vitória - BA Vitória – BA3631812113837173538V D DOperário - PR
16º +2 Náutico - PE Náutico – PE3531811122835-781337E V VConfiança - SE
17º -1 Paraná - PR Paraná – PR323088142940-1189135D V DChapecoense - SC
18º -1 Figueirense - SC Figueirense – SC3230711122431-781335V D EAvaí - SC
19º  0 Botafogo - SP Botafogo – SP253067171730-1379327E E DOeste - SP
20º  0 Oeste - SP Oeste – SP193047192250-2875121D D VBotafogo - SP
Fonte: CBF

Última atualização efetuada em 23/12/2020 01:04

QUA, 23/12/2020

19:15 – JOGO: 305 Botafogo – SP 19:15 Oeste – SP Estádio: SANTA CRUZ – RIBEIRAO PRETO – SP

19:00 – JOGO: 309 – 1 ALTERAÇÃO Sampaio Correa – MA 19:00 Guarani – SP Estádio: CASTELÃO – SAO LUIS – MA

Ainda sobre o jogo:

O Leão entrou em campo com seis alterações em relação à derrota para o Oeste, na rodada anterior. Wallace retornou após suspensão e assumiu a zaga com João Victor. Na lateral direita, Léo foi escolhido no lugar de Van. Guilherme Rend, recuperado de lesão, e Lucas Cândido apareceram pelo meio com Thiago Lopes. No ataque, Mateusinho e Dudu fizeram trio com Léo Ceará, que também voltou após problema muscular.

O Leão até foi o primeiro a botar a bola na área rival, mas foi o CSA quem abriu o placar, e cedo. Ainda aos 4 minutos de partida, Pimpão levantou na área e Rafael Bilu apareceu livre pela esquerda. O camisa 11 dominou no peito e chutou cruzado de canhota, surpreendendo Yuri.

Após o baque inicial, o rubro-negro teve chance de empatar quando Dudu recebeu passe de calcanhar de Léo Ceará e aproveitou Thiago Rodrigues adiantado para chutar forte, bonito, aos 18 minutos. A bola passou bem perto do travessão e foi a única real oportunidade de gol do time baiano no primeiro tempo.

Aos 31 minutos, o Azulão perdeu um gol incrível. Andrigo deu passe açucarado para Pimpão, que estava livre, na marca do pênalti. Sozinho, o atacante chutou para fora. Aos 42, mais uma vez o atacante apareceu com perigo, quando mandou uma bomba da entrada da área do Vitória. A bola bateu em Wallace e tirou tinta do travessão.

Na sequência, saiu o segundo gol do CSA, e de maneira esquisita. Nadson cobrou escanteio fechado, Yuri tirou de soco, a bola tocou em Filemon e foi para o fundo da rede: 2×0.

Lambança fechou a conta

Mazola Júnior fez duas mudanças no intervalo: saíram Van e Dudu e entraram Maurício Ramos e Marcelinho. Durante os primeiros minutos do segundo tempo, o Vitória teve mais posse de bola no ataque e pressionava um pouco mais que o CSA, mas não conseguia transformar em perigo de gol.

Se o Leão não conseguiu fazer, foi a equipe alagoana que, quando pressionou, ampliou de novo. Após uma cobrança de tiro de meta do Vitória, Nadson aproveitou a saída de jogo errada de Maurício Ramos, driblou o zagueiro e tocou no canto esquerdo de Yuri: 3×0, aos 14 minutos do segundo tempo.

Aos 22, por pouco os anfitriões não faziam o quarto gol. Gabriel achou Paulo Sérgio livre na área. O atacante girou, parou e mandou uma bomba no travessão. Três minutos depois, Pimpão cruzou, Yuri tirou e Yago, com a sobra, bateu de primeira, com a bola passando perto.

O Vitória teve uma oportunidade boa aos 29 minutos: Léo Ceará ficou com a bola na área do CSA, tirou de Castán e chutou rasteiro. Só que Thiago Rodrigues estava atento e fez a defesa. Aos 40, Rafael Carioca arriscou de longe e mandou no travessão. Na sequência, foi a vez de Guilherme Rend bater, mas Thiago Rodrigues espalmou. Aos 44, Thiago Lopes tentou de falta, por cima da barreira.

FICHA TÉCNICA

CSA 3×0 Vitória – 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

CSA: Thiago Rodrigues; Norberto (Cleberson), Filemon, Castán e Diego Renan (Rafinha); Geovane (Yago), Gabriel (Marquinhos) e Nadson; Rafael Bilu (Andrigo), Pimpão e Paulo Sérgio. Técnico: Mozart.

Vitória: Yuri, Léo Morais (Van, depois Maurício Ramos), João Victor, Wallace e Rafael Carioca; Lucas Cândido (Gerson Magrão), Guilherme Rend e Thiago Lopes; Mateusinho (Ewandro), Eduardo (Marcelinho) e Léo Ceará. Técnico: Mazola Júnior.

Estádio: Rei Pelé, em Maceió.
Gol: Rafael Bilu, aos 4 minutos, Filemon, aos 43 minutos do primeiro tempo; Nadson, aos 14 minutos do segundo tempo;
Cartões amarelos: Castán e Marquinhos, do CSA; Eduardo, Rafael Carioca e Thiago Lopes, do Vitória;
Arbitragem: Vinicius Gomes do Amaral, auxiliado por Leirson Peng Martins e André da Silva Bitencourt (trio do Rio Grande do Sul).

Compartilhe agora:
Artigo anteriorCoronavírus: Brasil registra 55.202 novos casos nas últimas 24 horas e 968 mortes
Próximo artigoVacinação de grupos prioritários deve começar em janeiro segundo Pazuello