Início Animais Com risco de extinção Macaco é resgatado por polícia ambiental

Com risco de extinção Macaco é resgatado por polícia ambiental

Foto: Divulgação SSP Equipes da Cippa de Lençóis ajudaram no salvamento do mamífero da espécie Guigó, nativo da Mata Atlântica.

Ferido, desidratado e assustado. Esse foi o estado em que policias da Companhia Independente de Polícia e Proteção Ambiental (CIPPA) de Lençóis receberam um pequeno macaco, após alerta de socorro de um morador de Tanquinho, distrito onde a unidade é sediada.

Segundo contou o comandante da CIPPA de Lençóis, major Ednaldo Siqueira Vieira, o socorrente do mamífero da espécie Guigó – nativo das florestas baianas de mata Atlântica – estava seguindo em uma estrada entre os municípios de Seabra e Tanquinho quando, na altura da subestação da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), em Lençóis, encontrou o animal ferido.

“O macaquinho chegou na nossa sede com escoriações na perna e próximo ao queixo, além de estar bastante fraco. Sabemos que a espécie do Guigó é uma das que corre perigo de extinção e por isso encaminhamos rapidamente para um médico veterinário que o avaliou e iniciou tratamento”, explicou o oficial.

Após os procedimentos médicos, as equipes da Cippa entraram em contato com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), onde mantiveram comunicação com o Parque Zoobotânico de Salvador, para onde foi encaminhado o macaco.

Fonte: Ascom / Rafael Rodrigues

Compartilhe agora:
Artigo anteriorParaplégico com câncer em estado terminal é hostilizado em hospital com a presença da polícia
Próximo artigoJustiça Federal bloqueia dinheiro pago por respiradores que Consócio Nordeste não recebeu