Início Animais Codevasf entrega 200 mil alevinos para associações comunitárias no Médio São Francisco...

Codevasf entrega 200 mil alevinos para associações comunitárias no Médio São Francisco baiano

FOTO: DIVULGAÇÃO CODEVASF

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) entregou na quinta-feira (13) cerca de 200 mil alevinos de tambaqui para associações comunitárias de 11 municípios do Médio São Francisco baiano. Os alevinos beneficiarão cerca de 1,7 mil famílias. A ação visa fortalecer a piscicultura familiar e artesanal na região, área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa.

“É um bom momento para fazer essa entrega de alevinos. Devido às fortes chuvas recentes, os açudes, aguadas, barreiros e tanques da região, em sua grande maioria, estão com sua cota máxima de água. E isso dá uma garantia de vida maior para os peixes”, comenta Isabel Denis, técnica da Unidade de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Bom Jesus da Lapa.

A ação foi realizada por meio de parceria existente desde 2014 com a Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri/BA). No final de 2019, a Codevasf renovou a parceria por mais cinco anos. Desde o início da cooperação, mais de 5,5 mil famílias de 20 municípios foram beneficiadas com a distribuição de mais de 1,5 milhão de alevinos.

Na parceria, a Bahia Pesca fornece os alevinos produzidos nas estações da empresa para as ações promovidas pela 2ª Superintendência Regional da Codevasf, enquanto a Codevasf fornece ração para projetos atendidos pela Bahia Pesca em todo o estado, além de cuidar do cadastro das associações beneficiadas e da logística.

O superintendente regional da Codevasf Harley Nascimento ressalta que esse tipo de ação incentiva a aquicultura e promove a geração de ocupação, alimento e renda para os piscicultores da região. “A piscicultura é um dos carros-chefes da inclusão produtiva da nossa superintendência e, no que depender de nós, ganhará mais força com ações em outros municípios da nossa jurisdição”, afirma.

Nesta semana, foram beneficiadas associações comunitárias dos municípios de Bom Jesus da Lapa, Brotas de Macaúbas, Candiba, Igaporã, Licínio de Almeida, Macaúbas, Matina, Riacho de Santana, Santa Maria da Vitória, Sebastião Laranjeiras e Serra do Ramalho.

Além dessas, associações de outros nove municípios já foram atendidas por ações semelhantes desde o início da parceria em 2014. São eles: Caetité, Carinhanha, Correntina, Guanambi, Ibotirama, Palmas de Monte Alto, Paratinga, Urandi e Sítio do Mato.

Segundo o gerente regional de Revitalização da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Edson Marques, em 2020 mais associações e municípios devem ser beneficiados com a entrega de alevinos na Bahia.

Alevino (ou alevim) é a designação dada aos peixes recém saídos do ovo e que já reabsorveram o saco vitelino ou, no caso dos ovovivíparos, como os lebistes, logo após o nascimento.[1]

Os alevinos são importantes em aquariofilia e em piscicultura, havendo estabelecimentos que os produzem em grandes quantidades, para venda aos aquariófilos ou piscicultores. Os alevinos necessitam de uma alimentação rica em nutrientes e em gordura. O crescimento dos alevinos é bastante influenciado pela troca parcial da água (TPA), que deve ser feita regularmente. As TPA são feitas retirando 20% a 30% da água do áquario com um sifão e preenchendo com água nova. [1]sem cloro

Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

1 – Tipos de alevinos:

Temos em sua maioria, os alevinos que nascem através da eclosão de ovos ou óvulos (ovíparo) que tem sua postura pela fêmea grávida em folhas das plantas do aquário, em troncos e também nas pedras do substrato. Outro tipo de alevino é o que nasce diretamente da fêmea, são os chamados ovovíparos, este tipo de alevinos tem os óvulos incubados no ventre da mãe, sendo os alevinos expelidos já nadando normalmente e tendo a forma física dos pais.

2 – Aquário para criação de alevinos:

O ideal é que seja um aquário já com a água estabilizada, com filtro, termostato e aquecedor, iluminação bem fraca (isto fará com que os alevinos não se estressem), sem substrato, plantas e enfeites. Um aquário nestas condições irá facilitar manejo, a manutenção e a observação atenta dos alevinos.

3 – Cuidados a tomar:

Fazer a manutenção da água (troca parciais) após uma semana da instalação dos alevinos, tendo o cuidado em usar uma água descansada e com a temperatura igual a do aquário, isto é muito importante pois uma queda ou aumento de 2º C na temperatura da água pode causar um choque térmico. Cuidar da higiene do aquário, nunca deixando restos de comida que não tenha sido consumida no fundo do aquário. Lavar bem as mãos ao manusear a água ou alimentos. Retirar imediatamente qualquer alevino morto do aquário.

4 – Alimentação:

Este item é o que causa maiores preocupações aos novatos, pois na maioria das vezes se esquecem de pesquisar e providenciar a alimentação dos alevinos, vindo a pensar nisto depois do acasalamento e reprodução dos mesmos. Os alevinos normalmente nascem com um saco de alimento grudado em seu abdome, este saco é chamado de “saco vitelino”, que irá alimentar os alevinos entre os primeiros três a cinco dias de nascimento, após este período, o aquarista deve oferecer alimentos aos mesmos. O tipo de alimentos deve ser de acordo com o tipo de alevino e suas preferências. Existem no mercado diversas rações apropriadas para alevinos, porém nós vamos falar em rações caseiras, que são mais baratas e naturais. Um outro fator importante é quanto ao tamanho dos alevinos, onde o alevino muito pequeno, tem a boca diminuta, portanto o alimento também deverá ser diminuto (infusórios por exemplo|), o alevino médio e o grande. Cada espécie tem suas indicações de tratamento para alevinos, uns em poucos dias já podemos oferecer alimentos iguais ao dos adultos, outros levam mais tempo, o melhor a fazer é pesquisar sobre a espécie que está sendo reproduzida, providenciar a alimentação e só depois pensar na reprodução.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorPasseio ciclístico marca abertura do Fuzuê neste sábado (15)
Próximo artigoObras do Curuzu serão paralisadas durante o Carnaval