Início Vitória Vitória teve difuldade para empatar contra o fluminense

Vitória teve difuldade para empatar contra o fluminense

O Vitória conseguiu marcar no apagar das luzes, mesmo com um jogador a menos, e volta para Salvador com um empate em 2 a 2 contra o Fluminense de Feira, em partida disputada neste domingo, 26, no estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana 2ª rodada do Campeonato Baiano. Os gols do Leão foram marcados por Gabriel Bispo e Eron. Welton e Henrique Coelho marcaram para o Tricolor do interior.

O resultado deixa o Vitória com quatro pontos, e momentaneamente na quarta posição do Baianão. O próximo confronto do Rubro-Negro pelo torneio estadual será na próxima quarta-feira, 29, às 19h30, contra a Juazeirense, no Barradão. 

O jogo

O Vitória entrou em campo com a mesma escalação da estreia, mas encontrou um time mais preparado pela frente. Tanto que aos seis minutos já estava atrás do placar. Em boa trama pelo lado direito do ataque, Ângelo chegou até a linha de fundo e cruzou na medida para Welton cabecear para o fundo das redes.

Aos quinze minutos, o Leão esteve perto do empate com jogada criada por Caíque Souza. O atacante foi pra cima da marcação, invadiu a área e chutou cruzado, no canto direito de Rodolfo. Já batido no lance, o goleiro só assistiu a bola passar rente a sua trave direita.

O gol marcado pelo Fluminense logo no começo da partida contribuiu para deixar o confronto mais interessante. Isso porque o Vitória se viu obrigado a sair mais para o jogo e os espaços deixados lá atrás davam margem para respostas ofensivas dos donos da casa.

Nesse cenário, as chances de gol continuaram. Aos 17 minutos Kel chegou em velocidade pela direita e arriscou chute de fora da área. Pouco depois, também de longa distância, Guto acertou a trave esquerda de Lucas Arcanjo.

O cheiro do gol estava no ar e quem aproveitou melhor a oportunidade foi Gabriel Bispo, responsável pelo empate do Leão aos 24 minutos. Nickson cobrou escanteio e o volante primeiro acertou a trave, para só depois, no rebote, deixar tudo igual no placar.

Depois do empate rubro-negro, a intensidade do jogo caiu no Joia da Princesa. Os visitantes passaram a frequentar menos o campo de ataque e a postura ofensiva passou a ser apenas dos donos da casa. O problema é que o Touro, apesar de ter a bola, não conseguia encontrar espaços para criar chances de gol.

Segundo tempo

A continuidade da partida reforçou que o Flu de Feira era o time mais preparado em campo. Os donos da casa conseguiam trocar passes e mostravam boas ideias para chegar ao ataque.

Já o Rubro-Negro, não conseguia produzir ofensivamente. Eram muitos passes errados no meio de campo e pouca participação dos atacantes.

A boa partida do Touro foi compensada aos 24 minutos, com pênalti marcado em favor time de Feira de Santana. Henrique foi para cobrança, parou na defesa de Lucas Arcanjo e no rebote o próprio cobrador empurrou para o fundo do gol e recolocou seu time na frente.

Mais na base da vontade que da técnica, o Vitória tentava chegar ao empate. O que ficou mais difícil após a expulsão de Renzo, aos 38 minutos. O meia tinha acabado de entrar no lugar de Gabriel Bispo para deixar o time mais ofensivo no Joia da Princesa.

Quando tudo parecia decidido, já aos 47 minutos, Eron foi feliz ao acertar chute de primeira e igualar o placar mais uma vez. Agora de forma definitiva.

Compartilhe agora:
Artigo anteriorNeymar faz gol e homenageia Kobe Bryant que morreu em acidente de helicóptero
Próximo artigoBahia surfa no Pituaçu e emplaca primeiro triunfo no Baianão